Conheça o Azure Sentinel, o SIEM de nuvem da Microsoft

Conheça o Azure Sentinel, o SIEM de nuvem da Microsoft

23/05/2022

A segurança dos sistemas da sua empresa é fundamental. Por isso, é de extrema importância contar com soluções confiáveis e ágeis para cuidar dessa área. O Azure Sentinel, o SIEM de nuvem da Microsoft, é a ferramenta certa para ajudar nessas horas.

Surgido como uma solução SIEM (Security information and event management) e SOAR (Security Orchestration, Automation, and Response) em nuvem, é uma opção moderna e eficaz para gerenciar incidentes e alertas, automatizando funções e tornando a rotina mais tranquila, com uma equipe mais focada.

 

Funções e benefícios

Dentre as principais funções do Sentinel, podemos listar:

  • Coleta de dados de usuários, dispositivos, aplicativos e infraestrutura, em ambientes locais e/ou em múltiplas nuvens.
  • Detecção de ameaças que ainda não foram descobertas, minimizando os falsos positivos usando a análise e a inteligência contra ameaças da Microsoft, chamado de Microsoft Intelligent Security Graph.
  • Investigação de ameaças com inteligência artificial e atividades suspeitas em escala.
  • Resposta à incidentes de forma rápida com orquestração e automação (SOAR).

Um de seus principais benefícios é conseguir encontrar e resolver ameaças aos dados e ao sistema com eficácia e rapidez, mantendo tudo protegido e com um sistema alerta para qualquer intercorrência. Quer saber mais uma coisa bacana sobre o Azure? Ele é cobrado com base no volume de dados ingeridos para análise e armazenados no workspace do Log Analytics do Azure Monitor. Além disso, possui duas formas de pagamento: Reservas de Capacidade e Pagamento Conforme o Uso.

Dentre os benefícios está a forma que o Sentinel trabalha. Conheça as formas que o dispositivo descobre e resolve as ameaças:

  • Analytics – O Sentinel usa análise para correlacionar os alertas aos incidentes e também fornece as regras de aprendizado de máquina para mapear o comportamento da rede e, em seguida, buscar anomalias em todos os seus recursos. Essas análises ligam os pontos, pois combinam alertas de baixa fidelidade sobre diferentes entidades em possíveis incidentes de segurança de alta fidelidade.
  • Playbooks (Automation) – As regras de automação permitem que o usuário gerencie centralmente toda a automação do tratamento de incidentes. Tem como definir condições para controlar quando as ações serão executadas, com base nos detalhes do incidente e da entidade e nas regras de análise.
  • Investigação (preview) – O Azure conta com ferramentas de investigação para que o usuário consiga entender o escopo e descobrir a causa de uma possível ameaça.
  • Hunting – Com base na estrutura do MITRE ATT&CK, é possível buscar proativamente ameaças à segurança nas fontes de dados da organização, antes do disparo de um alerta.

Webinar Azure Sentinel

E aí, curtiu as funcionalidades do Azure Sentinel? Para ficar por dentro de mais informações sobre essa solução, você não poder perder o Webinar exclusivo sobre o tema que a Softwaresul está preparando!

No dia 23/05, 14:00, Luciano Ghilarducci, Solution Architect da Ingram, fará uma conversa super importante com nossos parceiros e clientes sobre o tema, além de abordar sobre segurança e ciberataques, assuntos que estão em alta atualmente.

Não dá para perder! O evento é gratuito. Faça já sua inscrição pelo link.

Esperamos você!